Opinião • Postado em 22-03-2019

Propósito de vida, Sentir e Fluir

Alessandra Vieira

/

A cada dia que passa, ouvirmos mais e mais pessoas de diferentes idades, condição social, credo e nível intelectual falando sobre Propósito de Vida, Missão e Mudanças. Muitas delas mudando seus relacionamentos e carreiras em busca de algo que traga mais sentido à vida, mas sem levar em conta o peso das ações.

Mudanças são necessárias, mas não precisam e nem devem envolver pesar ou sofrimento. É importante que se saiba que a verdadeira transformação ocorre do lado de dentro do Ser. O propósito de vida pode ser algo muito mais simples do que parece e ainda assim, impactar e transformar positivamente o Ser, o meio-ambiente e o mundo.

O que interessa não é o grau de esforço nem a “importância” que se dá à determinada ação, função ou qualquer outra coisa nesse sentido. Mas sim, o senso de verdade e integridade no cumprimento do que nos propormos a fazer.

Se uma pessoa se sente feliz e realizada por deixar uma profissão de destaque para varrer ruas, acreditando que assim está contribuindo para um mundo mais limpo, harmônico e humano, além de contribuir para o próprio crescimento, qualquer que coisa fora desta realidade se torna mera bobagem. 

Mulheres que escolhem a realização profissional para só depois constituírem família, ou que decidem viver sozinhas (dentro ou fora de relacionamentos afetivos) têm a mesma importância que aquelas que optam por dedicarem a vida apenas para cuidar dos filhos. A mais valia está no propósito de vida de cada ser humano. Tudo é questão de escolha, foco e gratidão. Sentir que se está fazendo o certo!

Empresários que acreditam que o dinheiro pode transformar a vida de todos e empreendem com este foco, dividindo seus lucros com os empregados, prosperam. Gigantes da informática são exemplos desta fluidez: empregados felizes, patrões bem-sucedidos. Já os políticos que enriquecem de forma ilícita são exemplos negativos do acúmulo de capital. Mesmo livres da cadeia, não conseguem usufruir da riqueza acumulada e morrem sobre o vil metal. Tudo é questão de escolha, propósito!

Lembre-se: o amor e a verdade são primordiais à paz interior, seja qual for a sua tomada de decisão. Ninguém precisa subir o Everest pra meditar e encontrar o “próprio Eu”. A verdadeira meditação não exige lugar ou esforço, apenas entrega e verdade.

Sentir a paz, vibrar amor e ser grato por tudo são condições primordiais para que coisas boas comecem a fluir na vida de qualquer um. Não perca energia e oportunidades de impactar a si mesmo e ao mundo. Queira bem, pratique o bem e sua vibração vai se elevar refletindo paz e harmonia no outro e no Todo. Toda mudança começa dentro de você.

* Alessandra Vieira é terapeuta holística e trabalha com ThetaHealing, Barra de Access, Mesa Quântica Estelar e Gendai Reiki Ho. (65) 99316-2387

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!