Opinião • Postado em 06-03-2019

O Carnaval acabou

João Edisom de Souza

/ Arquivo Pessoal

 

No Brasil existe a máxima que o ano só começa realmente depois do carnaval. O carnaval acabou! E a faxina desta festança, que iniciou lá em 2013 com a paralização dos estudantes pelo aumento das passagens de ônibus em São Paulo, passando pela reeleição da Dilma, impeachment, Temer na presidência, findando na batalha das Fake News das eleições de 2018, precisa ser feito.

O ano de 2019 começou em primeiro de janeiro com a posse dos eleitos, mas o país ainda parece conectado aos fantasmas do passado. Agora o carnaval acabou! É hora de olhar para a frente, enfrentar os problemas existentes. Problemas estes que conduziram muita gente nova ao poder. Aliás, graças a estes problemas, muitos estão ocupando algum cargo hoje, mas se não encaminhar, solucionar, minimizar, serão engolidos por eles antes do próximo carnaval.

O governo federal tem que parar com a campanha eleitoral, ele já é o vencedor. Foi eleito com 57.797.847 votos, agora precisa governar para os 210 milhões de brasileiros, inclusive os que votaram contra o projeto dele que são cerca de 47 milhões de pessoas. As reformas tem que sair, as animosidades terão que diminuir e o país precisa caminhar para frente, o carnaval acabou!.

No estado de Mato Grosso todo mundo já tomou ciência da crise financeira, ponto. Agora o governo precisa demostrar com clareza por onde quer caminhar e aonde quer chegar; colocar o time em campo, dialogar com mais clareza, demonstrar projetos, metas, etapas e objetivos, à sociedade. Já enxugou as lágrimas, já secou as feridas, mas e agora? O carnaval já acabou!

Temos questões que são crônicas que precisam ser combatidas. Os parlamentares de primeira viagem (estadual e federal) precisam deixar de lado suas campanhas de apontamento de problemas e começar o trabalho, ir em busca de soluções. Temos sérios problemas na saúde pública, por exemplo. Durante a campanha tinham soluções práticas, coloquem agora em funcionamento. O carnaval já acabou!

A violência é outra questão que precisa ser combatida, principalmente os casos de feminicídios, homicídios e tráfico. Não basta constatar a existência, precisamos de ações que combatam com rigor tais práticas, afinal o carnaval já acabou!

Educação é outra questão importantíssima, mas não apenas a escolar; precisamos passar de estágio, ir além da conscientização dos problemas para a conscientização da ação. É possível fazer, a construção é um esforço de todos, é exercício de cidadania. Eleição é a transferência de representatividade e não de responsabilidade.

O carnaval acabou, quem foi eleito para governar, governe! Quem foi eleito para legislar, legisle! Quem quer um país melhor, siga o rastro de seu voto e nunca deixe de fazer sua parte. Fazer é ir além de pagar impostos, é ajudar na organização social do dia a dia em seu espaço de convivência. O carnaval já acabou!

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!