Opinião • Postado em 19-12-2018

Igualdade e Oportunidade

Faissal Calil

/ Divulgação

Demóstenes (384-322 a.C.), primeiro grande advogado grego, usou sua eloquência no combate aos projetos ambiciosos de Felipe da Macedônia (385-336 a.C.) numa série de recursos conhecida por Filípicas. Assim se desenhava o papel do advogado: profissional que defende o Direito.

O operador desta ciência zela pelo bom cumprimento da lei, por uma sociedade justa, democrática e que auxilie os mais fracos. Esse profissional trabalha pelo bem-estar social, e não para si.

Esse gênesis impulsionou a formação da Defensoria Pública, já no Império, em 1870, o Instituto da Ordem dos Advogados do Brasil disponibilizou assistência jurídica aos incapacitados de arcar com o ônus advocatício. Em 1950, a Lei 1060 permitiu a gratuidade nos processos.

Na Constituição de 1988, em seu art. 5º, inciso LXXIV, atribuiu ao Estado a obrigatoriedade e garantiu o direito ao cidadão. Em 1994, a Lei Complementar organizou a estrutura e definiu funções.

Percebe-se o trabalho do legislador em fortalecer tal instituição. Muito mais que defender os mais pobres, a Defensoria tem o objetivo de tornar igualitária a vida dos menos assistidos. Em minhas visitas ao interior do MT, percebi claramente a diferença de apoio à população nos locais, onde o Judiciário não tem representação permanente.

Desnecessário se faz elencar o valor social. Atualmente, ela se faz presente em 44 das 79 comarcas de Mato Grosso. Impõe-se atingir a todas rapidamente. Como, também, implantar tecnologia para acelerar os procedimentos. Tudo isso aliado à motivação e valorização dos defensores e defensoras.

Qual é a pedra no caminho? O orçamento. Comparada a outras instituições a Defensoria Pública foi aquinhoada como se não tivesse a premência de expansão. 

A proposta para a LOA de 2019 prevê para o Ministério Público Estadual cerca de R$ 410 milhões, com a solicitação de um acréscimo na ordem de 10%.

Há que se rever as prioridades. Lutamos ou não, pela igualdade não só de direitos, mas, inclusive, de oportunidades!

Faissal Calil é deputado estadual eleito pelo PV, advogado e ex-vereador por Cuiabá.

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!