Opinião • Postado em 11-04-2019

Gratidão, Prosperidade e Abundância

Alesseñdra V´íeira

/ Reprodução

Se tem uma coisa que todo mundo deseja e busca é a prosperidade, mas você já se perguntou o que é prosperidade pra você? Uma poupança gorda? Mesa farta? Carro novo? Viagens? Casa dos sonhos? Salário alto? Relacionamentos?

Observando bem, vemos que muitas pessoas têm pelo menos parte de tudo isso e mesmo assim vivem numa constante insatisfação que os impulsiona sempre a buscar cada vez mais. É como se tivessem um buraco interno infinito que nunca é preenchido. 

Imagine que o Criador, Deus, Força Superior (como queira chamar) é um oceano energético e que você está dentro dele, que é parte dele. Se assim é, você também é oceano e, como tal, co-criador da sua realidade.

Se somos co-criadores porque vivemos algo tão diferente do que gostaríamos? A resposta é uma só: porque mantemos incutidas em nossa mente crenças limitantes adquiridas desde a nossa criação e que nos impedem de nos sentirmos plenos, deixando aquela sensação de que nada basta e que sempre precisamos de mais!

Todo mundo, de uma forma ou outra, já ouviu frases como: "é mais fácil um camelo passar no buraco da agulha que um rico entrar no reino  céu"; "Deus só ajuda quem cedo madruga"; "Dinheiro é sujo"; "O rio só corre pro mar"; "A vida é dura"… Ditos populares que ficam gravados inconscientemente e que passamos a reproduzir todos os dias pautando nossas ações e pensamentos.

Trabalhamos cada vez mais porque “precisamos de muito dinheiro”, afinal de contas “ o rio só corre pro mar” e “dinheiro chama dinheiro”. Acordamos cedo demais porque “Deus só ajuda a quem cedo madruga”. Quantas vezes já ouvimos alguém dizer que “quem dorme demais é vagabundo e não consegue prosperar”? Será? Por que dizemos que “dinheiro é sujo” se sabemos que “em certo grau” precisamos dele para adquirimos coisas que nos tragam “certo grau” de felicidade e satisfação?

Viu como estas crenças nos limitam e acabam criando uma realidade diferente daquela que desejamos? Se conseguimos perceber que criamos e permitimos que todas essas dificuldades se instalem em nossas vidas poderemos reconhecer nosso potencial de criação para o bem e para o mal, para a satisfação ou para a escassez. Cabe a cada um encontrar o equilíbrio.

Identificar as crenças que nos limitam faz toda a diferença nessa jornada chamada vida.  Observe suas falas, ações, medos… Se desejas algo, pergunte: o que me impede? Por que? Quando este medo de ir em busca do novo começou? Por que não crio a minha realidade para me satisfazer e ser feliz?

Prosperidade e abundância estão intimamente ligadas ao estado de espirito de cada Ser. Reconhecer o potencial Divino individual e ser Grato por tudo que se é, por toda e qualquer experiência, é ser próspero. Prosperidade nada tem a ver com o viu metal, mas com a satisfação individual. Eu agradeço por toda prosperidade e abundância em minha vida!

Lembre-se: crenças limitantes estão no consciente coletivo e nos impedem de encontramos a felicidade que há dentro de nós. Técnicas holísticas como o Thetahealing podem ajudar na identificação e transmutação destas crenças nos fortalecendo e ajudando a encerrar de vez ciclos limitantes permitindo sermos gratos, prósperos e abundantes em tudo.

Desejo que sua vida seja abundante em saúde, sorrisos e amor. Que seus relacionamentos sejam saudáveis e prosperem e que você sinta que quanto mais compartilhamos, mais temos. Aliás, um dos segredos da prosperidade é manter a harmonia entre dar e receber. Afinal, ninguém é tão pobre que não tenha o que compartilhar, nem tão rico que não tenha o que receber.

Todos Somos Um!

*Alessañdra V´ieíra é terapeuta holística certificada nas técnicas ThetaHealing, Barras de Access, Mesa Quântica Estelar e Gendai Reiki Ho. Facebook: @AleVieiraTerapias Instagran: @alevieirario  E-mail: alevieirario@gmail.com  WhatsApp:  (65) 99316-2387

 

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!