Opinião • Postado em 01-04-2019

Além do mês de março

Xênia Artmann Guerra*

/ Divulgação assessoria

O mês de março chega ao fim e nos últimos trinta dias ouvimos e participamos de muitos eventos voltados à mulher, já que esse é o mês onde se comemoram as conquistas femininas e se reforça a luta pela igualdade. Ao fazermos um balanço das atividades que envolvem a classe da advocacia, o saldo é positivo.

Dois pontos, em particular, me orgulham como representante da categoria e vice-presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de Mato Grosso.

Este ano, além das festividades, vimos ações diferentes sendo realizadas em diversas Subseções pelo estado. Algumas trabalharam com talk, outras com palestras para advogadas e para a sociedade, cursos com diversos temas jurídicos, corridas, enfim, inúmeros trabalhos para a sociedade e para o fortalecimento da advocacia feminina de Mato Grosso.

Esses são alguns exemplos de como o momento é importante para fortalecer a classe e as mulheres advogadas. Uma prova de que o Sistema da Ordem enxerga a mulher como um todo e isso é muito mais valioso do que receber flores e parabéns. Faz com que a data tenha realmente significado.

O segundo ponto é que ao acompanhar as posses das Subseções eu pude observar uma mudança drástica na formação das novas diretorias eleitas. Até duas gestões atrás era comum encontrar chapas formadas exclusivamente por homens. Hoje, praticamente não se encontra essa formatação. 

Ainda que em menor número de presidentes, ou seja, cinco de 29 Subseções serão presididas por mulheres na gestão 2019/2021, estamos na composição das diretorias e atuando fortemente nas comissões.

As mulheres passaram a ocupar cargos dentro da Ordem, independentemente das cotas, e acredito que estão se fazendo presentes porque houve evolução dentro do Sistema e valorização da mulher na advocacia.

Mato Grosso está na vanguarda das atividades com as mulheres advogadas. Somos exemplo para o Brasil do quanto o Sistema pode avançar e como o mercado profissional pode ganhar com isso.

As nossas advogadas são mulheres de fibra, exemplos e inspiração para outras mulheres que sonham ou atuam na área do Direito.

De salto alto, de tênis ou de rasteirinha, o fato é que já andamos muito, mas ainda temos muito chão pela frente. E não vamos desistir, nem em março, nem em nenhum outro dia.

*Xênia Artmann Guerra é advogada inscrita na Subseção de Sinop (MT), vice-Presidente da CAA-MT e membro da Comissão dos Direitos da Mulher de Mato Grosso

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!