Opinião • Postado em 08-03-2019

Acerto de Contas com o Leão!

Ederaldo Lima

/

Este ano de 2019 nos trouxe muitas novidades, novos políticos e uma vontade de pensar diferente para trazer mudanças para a nação.

Isto pode estar muito ligado ao aspecto político-econômico, pois do ponto de vista tributário e mais especificamente o Imposto de Renda 2019, não trouxe nenhuma novidade que agrade o brasileiro. Com uma tabela que não sofre correção desde o ano de 2015, promete aumentar o número de pessoas que terão que acertar as contas com o Leão este ano.

No dia 07 de Março, damos a largada a mais um período de imposto de renda, período este que vai até 30 de Abril de 2019, ao todo são 54 dias, onde a Receita Federal espera receber 30,3 milhões de declarações, um total projetado para 2019 em 1,8 milhões a mais que em 2018.

Grande parte deste aumento de declarações projetadas está na famosa e já bastante discutida defasagem da tabela do imposto de renda, onde a última atualização real foi no exercício de 2015, com a justificativa da inflação o Governo tem insistentemente mantido a mesma tabela, o que faz com que muito mais brasileiros tenham que declarar o imposto de renda, seja com fins de restituição ou de pagamento, mas o importante é acertar as contas com o Leão.

Os contribuintes têm que ficarem espertos para as características que os obriga a declarar imposto de renda este ano, pode-se elencar quatro como as principais: (a) renda tributável superior a R$ 28.559,70; (b) rendas isentas e não tributáveis superiores a R$ 40.000,00; (c) bens superiores a R$ 300.000,00; e (d) renda da atividade rural superior a R$ 142.798,50. Ressalta-se que estes pontos não são cumulativos, ou seja, caso tenha uma destas situações deve se declarar o imposto de renda, independente dos outros.

Os contribuintes também têm que estar atento as mudanças em relação aos dados de dependentes e de bens que precisam constar na declaração, alguns se tornaram facultativos, mas outros continuam sendo obrigatórios. A partir de 2019, o CPF dos dependentes, seja qual for a sua idade é obrigatório.

O governo em início de gestão com certeza tem no imposto de renda uma fonte de arrecadação, e não poderia ser diferente, pois com este achatamento da tabela e os aumentos anuais e em algumas situações durante o ano faz que todos, trabalhadores, empresários e todos que aufiram renda mensalmente tenham que acertar as contas com o Leão.

Com uma visão mais ampliada da população, hoje a Receita Federal melhorou seus mecanismos de fiscalização, agregando muito mais recursos e podendo trabalhar para inibir a omissão de renda, é importante o profissional estar atento a isto, principalmente os profissionais liberais, que recaem mais na prática da omissão de renda no seu dia-a-dia.

O imposto de renda está ai, já começou, é preciso separar seus documentos, conversar com o profissional contábil que lhe atende e poder tomar as melhores decisões, visto que hoje a fiscalização é muito grande e a preparação e envio da declaração de ajuste anual de imposto de renda precisa ser feita com zelo.

Por fim, prepare seus documentos, se programe quanto ao possível pagamento e viva o Brasil que ataca ferozmente a população que tanto anseia por mudanças, que a mesma também passe pelo campo tributário, tornando um país mais justo e fácil de entender, com tratamento isonômico entre a população.

Ederaldo Lima - Professor do SENAI/FATEC, Doutorando em Ciências Contábeis e Membro da Academia Mato-grossense de Ciências Contábeis - AMACIC.

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!