POLÍTICA • Postado em 01-10-2017

Rogers Jarbas é exonerado e adjunto assume Secretaria de Segurança de MT

Patricia Xavier

/ José Medeiros / Gcom MT

O governador Pedro Taques (PSDB) exonerou o delegado Rogers Jarbas do cargo de secretário estadual de Segurança Pública. Em seu lugar, assume oficialmente o ex-adjunto, Gustavo Garcia, que ocupava a função interinamente desde o afastamento de Rogers Jarbas, no dia 21 de setembro.

O ato assinado por Taques foi publicado na última sexta-feira (29), no Diário Oficial. O documento diz que Jarbas foi exonerado a pedido dele.

Rogers Jarbas, o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Airton Siqueira, e outros integrantes do primeiro escalão do atual governo, foram presos no dia 27 de setembro, por suposta tentativa de atrapalhar as investigações sobre os grampos ilegais em Mato Grosso.

Afastado por ordem judicial, Jarbas passou a ser monitorado com tornozeleira eletrônica no dia 20 do mês passado. Ele ficou impedido de manter contato com servidores e pessoas ligadas ao Governo do estado e com outros investigados e teve o celular apreendido.

Porém, segundo desembargador Orlando Perri, que determinou a prisão de Rogers, ele teria descumprido a decisão, com base nas declarações do tenente coronel José Henrique Costa Soares, que atuava como escrivão no Inquérito Policial Militar (IPM) sobre os grampos. Por causa disso, o magistrado determinou a prisão dele.

"Com o caminhar das investigações e a madelenização do tenente coronel Soares, descobriu-se a figura relevante do atual secretário de Segurança Pública, Rogers Elizandro Jarbas, que, valendo-se de seu cargo e de sua influência, vem reiteradamente interferindo nas investigações atinentes à prática do crime de interceptação telefônica ilegal, seja tentando obter documentos sigilosos, seja constrangendo autoridades policiais e oficiais militares", diz trecho da decisão.

Jarbas está preso no Centro de Custódia de Cuiabá, na mesma cela que o ex-secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, que é primo do governador Pedro Taques.

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!