POLÍTICA • Postado em 13-02-2019

Projeto de lei quer homenagear militares mortos em defesa da sociedade

Assessoria

/ Divulgação assessoria

O Projeto de lei apresentado pelo deputado Elizeu Nascimento (DC) em sessão ordinária na Assembleia Legislativa propõe a criação de um memorial em homenagem aos policiais e bombeiros militares mortos em razão do serviço, no Estado de Mato Grosso.

Ao assumir o cargo de policial ou bombeiro militar, o soldado ou oficial presta um juramento. Nele, o integrante se dispõe a dedicar-se à pátria e defendê-la, mesmo que com o sacrifício da própria vida. Infelizmente, o caráter da profissão faz com que alguns cheguem a esse extremo para defender a sociedade mato-grossense.

Foram dezoito anos de serviços prestados na Policia Militar de Mato Grosso, eu saia da minha casa deixava minha família ia trabalhar não sabia se ia voltar com vida, graças a Deus hoje estou aqui para contar minha historia, mas quantos irmãos de farda perderam a vida em combate? Propor essa lei é apenas uma singela homenagem àqueles que perderam a vida defendendo a vida de outro", declarou o deputado Elizeu Nascimento.

O projeto de lei pretende homenagear os policiais e bombeiros militares que arriscaram suas vidas a favor da segurança pública de Mato Grosso. O memorial terá uma contribuição social, pois será aberto para visitas, assim promoverá uma agenda cultural, mostrando para a sociedade que o patrimônio não é um problema, mas sim uma solução, capaz de agregar valores e captar retornos significativos.

O memorial poderá receber turmas de escolas, do Ensino Médio e Fundamental, com breves palestras sobre as funções dos policiais e bombeiros militares. Tratando-se de uma ação cultural, educativa e que homenageia os heróis que se sacrificaram pela segurança do estado de Mato Grosso.

É importante lembrar o amor que eles demonstraram à profissão e ao próximo ao se exporem a um risco que os levou à morte, finalizou o parlamentar.

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!