POLÍTICA • Postado em 02-01-2019

Governador pede aos secretários maior austeridade e controle nos gastos

Assessoria

/ Christiano Antonucci/Gcom-MT

O governador Mauro Mendes pediu aos secretários de Estado, empossados na noite desta terça-feira (1°), que tenham responsabilidade e austeridade no controle dos gastos públicos.

A cerimônia ocorreu na Fatec/Senai e contou com a presença de mais de mil pessoas, entre autoridades, familiares, amigos, convidados, imprensa e sociedade.

“Se não fizermos o que precisa ser feito agora, estaremos condenando o país, o Estado e as próximas gerações. Temos que ter a responsabilidade de conduzirmos juntos Mato Grosso, administrando os recursos públicos com seriedade para construirmos alternativas e buscarmos o caminho do crescimento”, afirmou Mendes.

O governador asseverou que acredita na capacidade de cada um dos secretários e destacou metas para cada setor, entre elas, a adoção de medidas para restabelecer a harmonia entre os Poderes, tornar o Estado menos burocrático e promover melhorias na saúde, educação e infraestrutura, sem sacrificar os serviços públicos e o atendimento ao cidadão.

“O Estado deve ser menos atrapalhador do desenvolvimento e garantir o crescimento e a geração de renda e emprego. São muitos os desafios e em nenhuma área vi que podemos ficar tranquilos. Todas requerem atenção especial e entre as metas, o enxugamento da máquina pública, fazendo com que custe menos ao cidadão e que seja mais eficiente na entrega de resultados”, pontuou.

Ele ainda destacou a necessidade de buscar o equilíbrio e a recuperação fiscal, retomar obras paralisadas e promover uma agenda de desenvolvimento para outros setores da economia, além do agronegócio.

“Vamos fazer do Estado um empreendedor, com riquezas crescentes e com potencial para continuar crescendo. Nesse caminho de crescimento, todos têm um papel a cumprir e o desafio será fazer com que essas riquezas sejam traduzidas em serviços e investimentos”, disse.

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!