POLÍTICA • Postado em 06-06-2019

Frente parlamentar articula aposentadoria especial para agentes comunitários de saúde

Da redação

/ Divulgação assessoria

Encontro da Frente Parlamentar em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE) da Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (05.06), definiu estratégias para aprovação de emenda à Reforma da Previdência (PEC 6/2019) que estabelece aposentadoria especial para as categorias. Presidente da frente e autor das emendas (98 e 99/2019) ao texto da reforma, o deputado federal Dr. Leonardo lembrou que os profissionais da saúde precisam se mobilizar em seus Estados.

“Atualmente a aposentadoria especial para ACS e ACEs é reconhecida por meio de decisões judiciais. Não há, todavia, disposição expressa nesse sentido. Esses profissionais trabalham em contato permanente com pacientes ou com material infecto-contagiante, tanto nas atividades pedagógicas, como nas atividades de coleta de dados ou burocráticas. Por isso, precisam ter assegurado o direito da aposentadoria especial”, afirmou Dr. Leonardo.

O parlamentar observou que 197 deputados federais apoiaram a proposta de emenda que foi protocolada no dia 31 de maio. As assinaturas, no entanto, não garantem a aprovação da proposta que ainda será submetida ao Plenário.

As emendas serão analisadas pelo relator da comissão, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), que pode acatá-las, ou não, no todo ou em parte. Moreira tem afirmado que apresentará o relatório até o dia 15 de junho. A proposta de reforma da Previdência recebeu 277 sugestões de alteração ao texto.

O presidente da Câmara Rodrigo Maia garantiu a votação antes do recesso legislativo, que começa no dia 18 de julho. Por ser tratar de proposta de emenda à Constituição (PEC), o texto precisa ser aprovado em dois turnos por 308 deputados antes de seguir para o Senado.

“Nossa mobilização nos Estados é muito importante. Precisamos convencer os deputados para a importância da nossa proposta. O prazo está curtíssimo para promovermos essa mobilização em todo o Brasil em prol dos ACS e ACEs”, ressaltou Dr. Leonardo.
LIDERANÇA – A Frente Parlamentar em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate foi lançada no dia 15 de fevereiro deste ano, após o deputado Dr. Leonardo apresentar a assinatura de quase metade dos deputados da Câmara Federal. Na diretoria, consta o deputado federal Júlio César (PSD-PI) como responsável pela região Nordeste; deputado federal Alcides Rodrigues (PRP-GO), como vice-presidente do Centro-Oeste; deputado federal Alexandre Serfiotis (PSD-RJ) liderando a região Sudeste I e o deputado federal Zé Silva (Solidariedade-MG) na região Sudeste II; deputada federal Carmem Zanotto (PPS-SC) como vice-presidente da região Sul; e deputado federal Otaci Nascimento (Solidariedade-RR), vice-presidente da região Norte.  

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!