ECONOMIA • Postado em 02-02-2018

Consumo de combustíveis em MT bate recorde de venda após constante queda

Aline Brito

Da redação

/ Reprodução internet

A comercialização dos combustíveis em Mato Grosso, em 2017, superou os dois anos anteriores segundo um levantamento realizado pelo Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo).

Conforme o levantamento, a soma do consumo de óleo diesel, gasolina e etanol, produtos comercializados nos postos de revenda de combustíveis, em 2017 cresceram 5,5%, um total de 4,011 bilhões de litros vendidos. Sendo que em 2016, houve uma queda significativa e as vendas alcançaram 3,801 bilhões de litros. Em 2015, foram vendidos 3,937 bilhões de litros.

Em Mato Grosso, o recorde foi puxado principalmente pelas vendas de óleo diesel. Em 2017 foram vendidos 2,713 bilhões de litros contra 2,584 bilhões em 2016. O aumento foi de 5%.

Números positivos também no etanol. Com 12.4% de aumento, no ano de 2017 foram vendidos 674,442 milhões de litros. Em 2016, foram comercializados 599,950 milhões de litros.

Superando as expectativas, a gasolina cresceu 1,2%, sendo vendidos 623,824 milhões de litros em 2017 e 616,554 em 2016.

Ainda segundo o Sindipetróleo, percentualmente, Mato Grosso cresceu quase dez vezes mais que o Brasil que registra acréscimo de 0,61% nos três combustíveis.

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!