ECONOMIA • Postado em 12-06-2019

Consumidor deve gastar mais com presente no Dia dos Namorados

Da redação

/ Marco Quintana/JC

Os apaixonados devem investir mais nos presentes neste ano do que em 2018. Isso porque o gasto médio com o presente neste Dia dos Namorados, comemorado nesta quarta-feira (12.06), será 5% maior, se comparado com o ano passado. De acordo com os números da Pesquisa Hábitos de Consumo elaborado pela Boa Vista SCPC, o ticket médio deve ser de R$ 292, enquanto que em 2018 foi de R$ 278.

Conforme a pesquisa, 30% dos entrevistados pretendem presentear o parceiro (a) com itens de vestuário, seguidos por jantar romântico e cinema (19%), perfumaria (13%); joia ou relógio (10%); celulares e smartphones (9%); informática (8%); viagem romântica (7%); flores (2%) e chocolates (2%).

Ainda segundo a pesquisa, houve aumento de 2 pontos percentuais no número de pessoas que pretendem presentear esse ano, 69% disseram que irão comprar, sendo que 42% dos entrevistados esperam gastar mais agora do que no ano anterior.

O comércio local de Cuiabá e Várzea Grande espera aquecer as vendas com a data, ofertando produtos de vários segmentos, como confecções, eletrônicos, joias, flores e chocolates, sendo que alguns estabelecimentos apresentam promoções para atrair os consumidores.

Para o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá (ACC) e da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Mato Grosso (Facmat), Jonas Alves, o Dia dos Namorados é uma das datas de maior movimento e volume de vendas para o setor. “Estamos otimistas com as vendas, os casais não deixam de presentear, então a data é bastante importante para o comércio que se prepara, enfeitando as lojas e atraindo os consumidores com novidades e promoções”, declarou o presidente.

A pesquisa também apontou que 78% dos consumidores pretendem comprar o presente em uma loja física, que inclui estabelecimentos de rua e bairros.

Situação Financeira

Mesmo com todo o romantismo da data, há quem não esconda o desejo de saber como se comporta financeiramente o parceiro ou a parceira. Foi o que constatou a Boa Vista, em sua Pesquisa Hábitos de Consumo para o Dia dos Namorados, com foco na vida financeira do casal. 90% dos consumidores entrevistados, considerando respondentes casados e solteiros, entendem que para se ter um relacionamento saudável, é primordial que o casal discuta abertamente sobre a situação financeira.

Quando informados do que se trata o score (pontuação que ajuda os credores na tomada de decisão de concessão de crédito), a pesquisa identificou que 58% dos consumidores acham importante conhecer o score do(a) parceiro(a) para planejar compras, empréstimos ou financiamentos. Em 2018, este mesmo levantamento constatou que 66% dos consumidores tinham essa percepção.

Ainda de acordo com a pesquisa, 41% disseram que o score pode ser um possível indicador de compatibilidade entre os casais. Para os já casados, este percentual é de 43%. E para os solteiros é de 35%. Aqueles que desejam conhecer a própria pontuação de crédito, bem como indicar a consulta do score ao parceiro(a), a Boa Vista oferece o Score Consumidor, gratuitamente, pelo site:www.consumidorpositivo.com.br.

O Score Consumidor Boa Vista é calculado a partir de três categorias de informações: 1) comportamento de pagamentos atual e no passado de cinco anos; 2) busca por crédito no mercado; 3) informações cadastrais. A pontuação varia de zero a mil e quanto mais próxima de mil, melhor, pois é um demonstrativo que o risco de inadimplência é menor. (Com informações da Boa Vista SCPC)

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!