CIDADES • Postado em 14-03-2019

Senado aprova inclusão automática de consumidor no cadastro positivo

Assessoria

/ Reprodução internet

O Senado aprovou, nesta quarta-feira, projeto que prevê a inclusão automática de todos os consumidores no cadastro positivo. Hoje, a inserção do nome de "bons pagadores" no catálogo de dados só acontece depois de autorização expressa e assinada do cadastrado. O texto segue para sanção ou veto do presidente Jair Bolsonaro.

O Cadastro Positivo foi criado por lei em 2011 e existe desde 2013. O principal objetivo do sistema é reunir informações sobre o histórico de crédito dos consumidores. Há uma pontuação que valoriza consumidores que mantêm as contas em dia. Na prática, a ideia é que quem tem uma boa nota no cadastro consiga melhores condições para fazer compras e empréstimos, já que, em tese, há menor risco de inadimplência.

Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá), Nelson Soares, desburocratiza as regras do Cadastro Positivo era extremamente necessária. Ele elogiou a postura favorável três senadores de Mato Grosso, na aprovação do projeto. “Nós somos gratos aos nossos lideres da bancada federal, que são cientes da relevância deste projeto que irá beneficiar não só os empresários, mas principalmente os consumidores, que podem ter um aumento na sua concessão de crédito”, disse ele.

Soares enviou ainda uma carta de agradecimento aos senadores mato-grossenses Jayme Campos, Selma Arruda e Wellington Fagundes.  “Nós não poderíamos deixar de agradecê-los por terem atendido ao nosso pedido. Isso demonstra de fato o comprometimento deles com o avanço e futuro do nosso País”.

Após ser sancionada, a lei começará a valer em 90 dias.  O texto diz que "a comunicação ao cadastrado deve: ocorrer em até 30 (trinta) dias após a abertura do cadastro no banco de dados, sem custo para o cadastrado" e que o gestor do cadastro deve também informar ao consumidor como ele deve proceder para ser excluído do catálogo, caso não queria permanecer.

Deputados Federais

O presidente da CDL Cuiabá também aproveitou para agradecer os deputados federais de Mato Grosso Emanuel Pinheiro Neto; José Medeiros; Juarez Costa; Nelson Barbudo; e Neri Geller, que também votaram favoráveis a aprovação do Cadastro Positivo, quando o mesmo estava sob analise da Câmara Federal.

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!