CIDADES • Postado em 29-09-2017

Operação cumpre 56 mandados contra organização criminosa em MT

Patricia Xavier

/ PJC-MT

Uma operação com objetivo de dar cumprimento a 56 ordens judiciais, entre mandados de prisão e busca e apreensão foi deflagrada pela Polícia Judiciária Civil de Primavera do Leste (231 km ao Sul), na manhã desta sexta-feira (29.09). A operação denominada “Conectados” tem como alvo uma organização criminosa envolvida em tráfico de drogas, associação para o tráfico, além de roubos e homicídios.

O trabalho foi deflagrado nas primeiras horas da manhã, contando com 41 policiais civis e 9 viaturas, visando dar cumprimento às ordens judiciais, sendo 35 mandados de prisão preventiva e 21 de busca e apreensão. Os mandados estão sendo cumpridos em Primavera do Leste, Água Boa, Poxoréu, Paranatinga, Rondonópolis, Cuiabá e Várzea Grande.

Segundo a delegada, Anamaria Machado Costa, a ação é originaria de três operações e por isso a grande quantidade de alvos. O trabalho visa desarticular uma organização criminosa envolvida com de tráfico de drogas, roubos e homicídios que atuava em Primavera do Leste, cujas ordens para a prática dos crimes vinham de Cuiabá e Várzea Grande.

“Através de mais de um ano de investigações, conseguimos fazer a conexão entre os integrantes da organização criminosa, analisando vários fatores de como a facção atuava, de como era o funcionamento de caixa e o tratamento para membros que não obedeciam as ordens dos líderes”, destacou a delegada.

Anamaria esclarece que a operação “Conectados” não é uma continuidade da operação “Panópticos”, deflagrada na quinta-feira (28), pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e que cumpriu mandados em oito cidades do Estado.

“É uma operação independente, resultado de investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Primavera do Leste, que gerou três operações, identificando a atuação da facção criminosa em outras regiões do Estado", explica. 

Até momento, já foram cumpridos todos os mandados de busca e apreensão e 32 de prisão preventiva. A delegada esclarece que a operação só foi possível graças à agilidade da Promotoria de Justiça e Poder Judiciário, na expedição dos mandados.

“Agradeço ao juiz Alexandre Delicato Sampado e ao Promotor Adriano Roberto, assim como ao delegado regional, Rafael Fossari e todos policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), Delegacia Regional, Núcleo de Inteligencia e equipes das Delegacia das cidades em que os mandados foram cumpridos, que tornaram possível o sucesso da operação” disse.

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!