CIDADES • Postado em 08-01-2019

Homem é preso suspeito de compartilhar fotos de mulher nua em MT

Da redação

/ Divulgação PJC-MT

Um homem de 36 anos foi preso em flagrante na segunda-feira (07) após compartilhar vídeo íntimo de uma mulher, sem seu consentimento, na cidade de Jauru (425 km a Oeste).

A prisão de Ernandes Rodrigues ocorreu em uma residência no Distrito de Lucialva e foi efetuada por policiais civis da Delegacia de Jauru. As investigações apontaram que o suspeito criou perfil falso em uma rede social (Facebook), com fotos de outros homens de modo a ludibriar vítimas, em sua maioria mulheres jovens, as convencendo a enviar nudes e e outros conteúdos eróticos.

De posse das imagens, o suspeito coagia as mulheres a enviar mais fotos para que não enviasse o material para pessoas próximas delas, como amigos e parentes, caso negassem seus pedidos.

O flagrante que resultou na prisão diz respeito a uma ocorrência em que o investigado havia acabado de encaminhar mensagens e fotos pornográficas para a sobrinha de uma vítima através de um aplicativo de mensagens, na segunda-feira (07).

No momento que os policiais chegaram até o suspeito e o entrevistaram, ele confessou o cometimento do crime. Ele disse que utilizava seu celular para se comunicar com as vítimas e repassar as mensagens pornográficas para terceiros.

O celular foi apreendido e o suspeito encaminhado para a delegacia, onde foi autuado em flagrante pelo crime de “divulgação de pornografia através de sistema de informática e telemática sem o consentimento da vitima (Art. 218-C do Código Penal)".

O suspeito foi encaminhado para audiência de custódia.

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!