CIDADES • Postado em 15-03-2019

Funcionário de escola ameaça alunos especiais com arma de choque

Aline Brito

Da redação

/ Marcos Bergamasco/Secom-MT

Um funcionário da Escola Estadual de Ensino Especial Livre Aprender, no bairro Areão, em Cuiabá, que atende crianças especiais, está sendo procurado pela polícia por ameaçar os alunos com uma arma de choque.

Conforme o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada na quarta-feira (13), pela diretora da escola, após funcionários da unidade terem flagrado o suspeito, que não teve a identidade revelada, com a arma de choque.

A diretora afirmou à PM que o funcionário trabalha como auxiliar de sala e estava com um taser – uma arma de choque que dispara emite uma descarga elétrica capaz de provocar dor e afastar um possível agressor. A arma tem potência de 300 watts e foi abandonada pelo funcionário.

A diretora relatou que o funcionário estava ameaçando crianças especiais na instituição. As próprias crianças, que não falam, gesticularam chorando apontando para o bolso do funcionário.

Uma professora perguntou ao funcionário o que ele tinha no bolso. O rapaz tirou a máquina de choque do bolso e fugiu.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica). 

Até a publicação dessa reportagem o suspeito não teria sido encontrado pela polícia.

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!