CIDADES • Postado em 09-01-2019

Curso de Medicina Univag é nota máxima em avaliação do MEC

Assessoria

/ Assessoria

O Curso de Medicina do Univag - Centro Universitário de Várzea Grande recebeu nota 5, a máxima na avaliação Conceito de Curso do Ministério da Educação (MEC), realizada no início de dezembro.

De todos os cursos de Medicina existentes no país, tanto nas universidades públicas e privadas, apenas 10% possuem Conceito de Curso 5 e o Univag está entre elas.

Segundo o vice-reitor instituição, professor Flávio Foguel, o resultado positivo é fruto do trabalho realizado pelos colaboradores. “Esses profissionais trabalham com muita competência, dedicação e comprometimento, materializando assim cotidianamente a nossa excelência educacional”, afirmou.

Para o coordenador do Curso de Medicina, professor Msc. Paulo Nogueira, a nota recebida é reflexo de um trabalho em conjunto entre a instituição e os alunos.

"A nota máxima no curso de Medicina se dá pela organização didática e pedagógica, pelo ensino inovador, o incentivo a pesquisas e projetos científicos, além da qualidade do corpo docente. A infraestrutura do curso, que inclui laboratórios modernos, convênios hospitalares e a Clínica Integrada são quesitos essenciais para manter um padrão elevado de ensino que atenda as exigências do MEC", pontuou.

Entre os critérios avaliados está a qualidade do curso, o corpo docente, projeto pedagógico e a estrutura da instituição. As notas de avaliação do MEC vão de 1 a 5. O Univag recebeu nota cinco em todos os requisitos.

A avaliação do MEC é feita in loco e baseada na análise das condições de ensino, em especial àquelas relativas ao corpo docente, as instalações físicas e ao projeto pedagógico.

Além do conceito máximo, o curso chama atenção pela formação mais humanística e abrangente.

A Aprendizagem Baseada em Problemas (PBL – Problem Basic Learning, sigla em inglês) coloca o acadêmico como sujeito ativo no processo de ensino-aprendizagem e a inserção precoce em práticas na comunidade como principais estratégias para alcançar esses objetivos.

No PBL, os alunos discutem casos clínicos semanais nas tutorias. O aprendizado é aprofundado nos laboratórios de habilidades (médicas, de comunicação e informática) e morfofuncional (integração das disciplinas de anatomia, histologia, patologia e imagens), realizados em conjunto com o atendimento da comunidade.

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!