CIDADES • Postado em 12-02-2019

Combate a pirataria é alvo de operação em comércio da Capital

Assessoria

/ Assessoria

O Procon Municipal mais uma vez foi parceiro da ação de fiscalização da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), deflagrada na última sexta-feira (08). Denominada como “Fictus III”, a operação teve como objetivo o combate a comercialização de produtos falsificados.

A ação foi realizada em uma casa comercial localizada no centro, onde foram apreendidas aproximadamente 400 produtos piratas das marcas Adidas, Nike, Calvin Klein e Billabong. No local, foi constatada a veracidade da denúncia sendo apreendidas várias réplicas de bermudas, camisetas, camisas manga curta e calças de moletom.

Os fiscais do Procon realizaram autos de constatação e de infração dos produtos apreendidos no estabelecimento. “Ao Procon Municipal cabe toda parte administrativa. Será aberto um processo e a empresa será notificada, tendo dez dias para apresentar a defesa”, disse o secretário adjunto de Defesa do Consumidor, Gustavo Costa.    

A operação foi deflagrada após denúncias recebidas pela delegacia de que o estabelecimento comercializava diversas marcas de roupas famosas, com valores muito abaixo de mercado, supostamente se tratando de produtos piratas.

O proprietário foi interrogado e logo após liberado, sendo aguardada a confirmação da perícia das mercadorias que está sendo realizada pela Politec para atestar se trata ou não de produtos contrafeitos ou falsificados.

“As pessoas devem ficar atentas e logo desconfiar ao depararem com produtos sendo vendidos a preços bem diferentes do que regularmente são encontrados no mercado. Muitos lojistas estão utilizando da prática irregular de propaganda enganosa, de forma a atrair os clientes, o que se configura como crime e está em desacordo com o Código de Defesa do Consumidor. Ao perceberem casos semelhantes, as pessoas devem procurar o Órgão de Defesa do Consumidor para fazer a denúncia”, conclui o secretário.

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!