CIDADES • Postado em 10-06-2019

Com salários atrasados, motoristas do transporte coletivo fazem paralisação

Aline Brito

Da redação

/ Divulgação

Alegando salários atrasados, funcionários do transporte coletivo de Cuiabá e Várzea Grande, , fazem uma paralisação desde a madrugada desta segunda-feira (10).

Segundo o sindicato dos funcionários do transporte público de Cuiabá, há seis meses que a categoria veem tendo problemas no pagamento. Os trabalhadores e as empresas fizeram um acordo coletivo que previa o pagamento do salário no quinto dia útil de cada mês, o que não aconteceria de fato.

Os funcionários alegam que recebem o salário somente a partir do dia 19 e 20 de cada mês.

Os pontos de ônibus e estações amanheceram vazios na capital e em Várzea Grande.

Os trabalhadores prometem ficar com os braços cruzados até que os representantes das empresas deem um posicionamento sobre a situação.

A paralisação afeta 270 mil usuários e atinge 100% do transporte público da Grande Cuiabá.

A assessoria da Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbanos (MTU) disse que as três empresas que atuam no setor tiveram dificuldades para fazer o pagamento, mas estão tentando viabilizar os salários.

Deixe seu comentário

O MT Mais Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais à terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluidos.

Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido, valorize esse espaço democrático.
Agradecemos a participação!

Seja o primeiro a comentar essa postagem!